O lendário Justiceiro Mascarado Fantomas – A História

Muitos são os personagens que podem representar a Luta Livre nacional, mas poucos marcaram tanto sua presença como o Justiceiro Mascarado Fantomas.

Desde sua entrada triunfal nos ringues, trajando sua inconfundível roupa negra, uma capa sobre seu corpo, uma máscara ocultando sua identidade. Uma perna rija não impedia Fantomas de massacrar quem ousasse desafia-lo sob o ringue.

.

.

Um vulto negro, enorme, envolto sob um enigma, uma atmosfera de suspense e de justiça. Sim. De justiça, porque o Justiceiro Mascarado sempre fez jus ao seu nome, sendo sempre um lutador correto, que não usava de truques, artimanhas e golpes sujos. Sempre lutou de uma forma limpa e destemida.

Pois esse mito sempre despertou a curiosidade de muitos. E muitos até hoje dizem ser ou ter sido parte da história desse enigmático personagem.

Pois minha proposta aqui hoje, não é desmistificar um mito, ou desmentir quem quer que seja se já fez o personagem ou não. Mas sim minha intenção é a de contar um pouco da história de Fantomas, mas não pelo meu ponto de vista, mas sim com relatos de lutadores que viveram o nascimento do personagem.

Em meados de 1966, foi criado pelo empresário Teti Alfonso na TV Globo (RJ) o personagem Fantomas. A idéia era exatamente o que deu certo, ou seja, um lendário justiceiro com sua face encoberta por uma máscara negra com os traços do rosto em branco.

Existem controvérsias sobre quem teria sido o primeiro lutador a personificar o Justiceiro Mascarado, porém as histórias que mais se encaixam devido aos relatos dos lutadores da época contam que o argentino Ali Bunani, foi o primeiro Fantomas.

.

.

Existem registros até mesmo de que Ali foi escolhido pelo empresário para interpretar o personagem devido a sua conduta exemplar também fora dos ringues, por sua moral e relacionamento com os demais.

Outra linha informa que o primeiro a personificar Fantomas foi o também argentino El Toro.

Nesse meio de informações é relevante comentar rapidamente sobre outro personagem com grande semelhança ao Fantomas, o Verdugo. Verdugo era um personagem mais sombrio, que entrava ao ringue acompanhado do seu assistente (chamado na luta livre de segundo) Pé na Cova, que dizia trazer Verdugo diretamente do cemitério para o embate da noite.

Cabe salientar que nesta época a Luta Livre no Brasil era algo visto com tanto cuidado e seriedade que somente o empresário tinha os direitos sobre o personagem, ou seja, se Ali Bunani era o interprete do mesmo, ninguém mais no País inteiro poderia plagiar o personagem, cabível abertura de processo.

Poderia haver sim na época um revezamento entre Ali Bunani e El Toro quando a interpretação de Fantomas e Verdugo, essa informação não está descartada, mas o que todos os fatos convergem é para o fato de Ali ter sido o intérprete de Fantomas desde sua criação, mas lembrando que, devido a própria imagem do Fantomas ser um grande mito, não descarto demais versões que alegam ser El Toro o interprete.

Das informações que se tem Ali Bunani interpretou Fantomas até meados de 1969. Para quem não sabe, Ali não era somente intérprete, pois também lutava com seu próprio nome. Ao que temos informações Ali Bunani faleceu em meados de 1987 em sua casa de morte natural, diferentemente do que muitos contam por aí que o intérprete de Fantomas morreu assassinado, atropelado, envenenado, ou qualquer outro absurdo.

De Bunani para frente muito foram os intérpretes do personagem. Podemos citar o próprio El Toro, Luizão, Guerino Cicon, Gran Bartollo (o Sancho Pança), dentre outros.

.

Na foto em destaque, Stiner e Ali BunaniNa foto em destaque Stiner e Ali Bunani

.

Fantomas foi e continua sendo um personagem que foi criado sem muitas pretensões, mas que como poucos acabou virando um mito, uma lenda.

Para escrever essa coluna, contei com a ajuda de lutadores da época da criação do Fantomas. Lutadores que lutaram no Ringuedoze (RS), TV Excelsior, Record, Globo.

Portanto, como disse no início as informações aqui contidas não se baseiam no meu conhecimento somente dos fatos, mas principalmente de quem viveu a época e conviveu com Ali Bunani, El Toro, Ted Boy Marino, Tigre Paraguaio, dentre outros grandes artistas da época.

.

.

Em suas observações sobre o destino nas gerações atuais quanto ao lendário Fantomas, Stiner, ex-lutador que iniciou sua carreira no Rio Grande do Sul através do Ringuedoze, depois seguindo para o Rio de Janeiro participou dos programas de televisão transmitidos pela Globo Rio, TV Excelsior, dentre outras, deixou um pedido e um recado aos que vierem a interpretar Fantomas:

.

“- A quem faz ou fará este personagem o que peço é que tenham o cuidado de fazer bem, pois os que tinham esta responsabilidade na época, foram extremos profissionais, dedicados a manter o anonimato em benefício do personagem, e o verdadeiro profissional, não fica falando que é o personagem. Sejam cuidadosos e respeitem, senhores empresários este mito que jamais será esquecido.”

.

Outro colaborador para que fosse possível serem colocados fatos reais nessa coluna foi o lendário Scaramouche, ex-lutador, um exímio ás do ringue, um atleta que literalmente voava sobre o ringue, também participante do Ringuedoze.

Scaramouche deixa claro que não tinha contato tão próximo aos personagens como de fato teve Stiner, somente o contato normal entre lutadores nos vestiários, e que sempre soube da relação Ali Bunani = Fantomas e El Toro = Verdugo, não sabendo de qualquer outra pessoa que possa ter interpretado os personagens antes deles.

Scaramouche descreve em poucos detalhes, mas preciosos as diferenças entre os personagens:

.

“- As únicas diferenças que vejo nos personagens são os nomes, e pequena diferença na máscara,  pois os estilos de lutas e a marca registrada da perna dura (só do personagem) eram idênticos.”

E complementa dizendo:

“- Como me desliguei do Catch em 1970, não soube que trajetória seguiram o Fantomas e Verdugo. Na minha opinião qualquer Fantomas ou mesmo Verdugo que já apareceram e que aparecerão, é considerado pirataria, e um desrespeito tanto ao criador do Fantomas e Verdugo, como os próprios personagens.”

.

Em carta de próprio punho destinada a Carla Martinez, filha do grande lutador El Condor, argentino, que a alguns anos já nos deixou para lutar em outros ringues, o próprio Mister Argentina descreve claramente que Ali Bunani era o intérprete de Verdugo e El Toro de Fantomas, ambos eram argentinos também como já citei, e o Mister sempre teve um contato muito próximo com ambos.

Portando como posso resumir e encerrar essa coluna sobre a história do Justiceiro Mascarado?

Posso dizer que mesmo que se tente contar a história de Fantomas, o mito permanece, a incógnita sobre a sua identidade permanece.

Teria realmente sido Ali Bunani o primeiro a fazer o Fantomas subir ao ringue? Ou seria El Toro o primeiro Justiceiro Mascarado?

Na real, não importa quem foi. O que importa é que ambos eram lutadores exemplares, profissionais exemplares, com condutas exemplares, e por isso foram escolhidos para interpretarem personagens que ficariam imortalizados dentro da história da Luta Livre nacional.

Infelizmente, de tempos em tempos, espertalhões tentam se passar por Fantomas. Dizem com a maior seriedade do mundo que foram ou que são Fantomas.

.

.

Vamos à lógica?

Se eu que tenho 1,80cm mandar fazer uma roupa igual a do Fantomas, ainda com a ajuda de uma sola mais alta devo chegar próximo dos 2m de altura. Coloco aquela máscara, uma capa preta de cetim por cima, nunca subi na minha vida num ringue, não sei como dar um drap, não sei o que é uma “cutelada”, mas tiro umas fotos com essa fantasia e depois sem a máscara. Isso faz de mim Fantomas?

Se isso faz de mim Fantomas, então posso reconhecer com o maior orgulho inúmeros Fantomas que existem por aí. Gente que nunca participou de nada relacionado à Luta Livre. Gente que não sabe nem ao menos dizer de qual perna ele mancava, pois era dura. Gente que vai pra imprensa e ainda tem, desculpem a cara de pau de dizer “eu sou o verdadeiro Fantomas”.

Oras, nem Ali Bunani nem El Toro, nem nenhum outro lutador que eu tenha conhecido foi um dia pra frente de câmeras dizer “eu sou o Fantomas”.

O que registro aqui hoje é a memória desses homens que devido a eles até hoje muita gente ainda lembra das grandes batalhas travadas pelo personagem.

Não venho aqui desmistificar o Fantomas, mas contar a história do mito, e principalmente agradecer a esses homens que muitas vezes ocultaram suas próprias personalidades atrás de uma máscara, deixaram suas identidades como verdadeiros lutadores de Telecatch em um segundo plano para elevar um personagem. Um personagem que virou um mito, e por intermédio desses verdadeiros artistas.

Não julgo quem hoje interpreta Fantomas, mas em memória a esses homens que fizeram o personagem que ainda hoje vive, faço minhas as palavras de Stiner e Scaramouche. Mesclo as duas opiniões e gero a minha.

“Srs. se forem fazer, façam com respeito, estudem o personagem e façam bem feito.”

48 Respostas para O lendário Justiceiro Mascarado Fantomas – A História

  1. André Visconde WRS disse:

    Uma bela figura como Fantomas, não poderia ser congelado.
    Hj no exterior utilizam diversas mascaras, seria interessante alguem com criatividade inovar a mascara desse lendario.

    • carlos disse:

      amigos hj apos sua morte posso dizer quem era o verdadeiro Fantomas nao é nenhum desses ai ele era um carioca chamado nelson o verdadeiro fantomas

      • Marcos Martins disse:

        Tá bom. Quer saber mais do que as pessoas que viveram suas vidas ao lado dos caras que fizeram o Fantomas. Tá bom. Ninguém nunca ouviu falar desse Nelson.

  2. José Carlos de Almeida disse:

    Boa tarde meus amigos.
    Que brilhante documentario sobre o fantomas.
    Eu gostei muito
    Eu sou fan da luta livre desde 1962 tinha 11 anos na época.
    Passava pelo canal 2.
    E o Marinheiro cade ele?
    O rei das texouras O Hercules e muitos outros.
    OLha era fan de todos eles.
    Eu gostaria muito de conseguir uma mascara igual a que o fantomas usava.
    Vou guardar com muito amor e carinho.
    Onde posso conseguir.
    Não importa o quanto vai custar.
    Um grande abraço a todos voceis.
    Deste grande fan da luta livre.
    José Carlos de Almeida.
    São Miguel Paulista.SP
    SP,04/01/2011 15h01
    Deus Abençõe a todos.

    • Marcos Martins disse:

      Caro amigo, José Carlos.
      Pelo que vejo você teve a honra de acompanhar os anos áureos da Luta Livre no Brasil, que privilégio.
      Muitos lutadores daquela época já nos deixaram para lutar em outros ringues e poucos permanecem ainda em atividade.
      Aqui no TB um dos administradores, o Cigano Stiner, pertenceu a essa época, tendo passado por várias empresas e equipes de Luta Livre Nacional, tendo conhecido e convivido com os dois protagonistas iniciais da lenda Fantomas, o Ali Buniani e o El Toro.
      Infelizmente não existe no Brasil, ao menos que saibamos, uma empresa especializada em fabricar tal máscara, o que o amigo pode tentar mandando confeccionar na sua cidade mesmo, mas não saberia indicar quem o faça.
      É um prazer para nós receber sua visita aqui no Telecatch Brazil.

      Obs.: moderei seu segundo comentário para preservar seus telefones de contato.

      Forte abraço

  3. omar disse:

    Boas!
    Peguei sem querer esse comentario sobre o Fantomas, o maior lutador, o que todos queriam ser, a maior luta dele , que ele luta com o king kong e ganha dele, depois ha uma segunda luta a revanche, e o fantomas joga o king kong para fora do ringue e por cima dele a uma altura de 3,50m.
    Meu pai na epoca contava que ele era um frances, que devido ha um acidente a perna dele ficou dura, creio que perdeu a rotala, ja que um personagem chamado fantomas é frances, acredito tambem nisso, um deles foi tio de minha ex-cunhada e morava em santana em Sao Paulo, tinha as fotos e tudo, mas faleceu , indo lutar em outras paragens, mas realmente o personagem fantomas chamava a atencao sendo igual ao fantomas dos desenho, o guerreiro da justiça, fantomas eternos.
    grato

  4. Sergio Jr. disse:

    Belíssima matéria! Mas a uns 8 ou 9 anos atrás, foi assassinado a tiros, um senhor, acho que em Goiânia, que também interpretou Fantomas, já nos anos 80. O sobrenome acho que é Rosini. Tinha lá uma vinicultura e ganhava uns trocados como Papai Noel, no fim do ano.

  5. Ana disse:

    Ola como faço para adiquirir um dvd dantomas

  6. diego disse:

    Diz a lenda Minha vó conta que meu avô Breno bremm medico ortopedista em novo hamburgo tb trabalhou fazendo o mascarado fantomas…sera?

    • julio cesar disse:

      meu avo diz ter conhecido o fantomas.ele afirma que era o dr brenno bremm aqui em novo hamburgo.portanto a lenda pode ser verdadeira

  7. SUELEN RODRIGUES disse:

    OLA AMIGOS:

    O QUE IMPORTA NO MOMENTO É RESGUARDARMOS A MEMORIA DO JUSTICEIRO MASCARADO ‘F A N T O M A S’.

    PARABENS, PELO TRABALHO,
    SR. MARCOS MARTINS.

    ABRAÇOS.

    ATT.
    SAMUEL QUEIROZ
    GUARUJÁ – SSP.

    • Marcos Martins disse:

      Obrigado, Sr. Samuel.
      Buscamos fazer um trabalho sério na cobertura da Luta Livre Nacional sem nunca esquecermos as grandes lendas, e o reconhecimento desse trabalho é sempre muito valoroso para nós.

  8. roberto maroubo disse:

    Adorei a matéria…deveria ser mais divulgada. Pois ainda hoje lembrávamos os amigos, de alguns seriados da época: Bonanza, Vigilante Rodoviário, Homem de Virgínia, Chaparral. Uns diriam saudosismo barato? Sim…confirmo…da época em que havia respeito, havia moral e principalmente ética. Onde uma palavra valia mais do que mil documentos, com avalistas, cartas fiança. Onde um tio era um pai, um primor era um irmão e um professor: um ídolo. Onde o idoso não era velho, era sábio. Onde o almoço era um culto de agradecimento pelo pão.

  9. Felipe disse:

    Gilberto Zacchi o “Giba” chegou a ser o Fantomas?

    • Marcos Martins disse:

      Muitos lutadores tiveram a responsabilidade de interpretar o Justiceiro Mascarado, Felipe, e infelizmente também muita gente que sequer um dia subiu num ringue, aproveitou o embalo para dizer que foi o Fantomas. Como eu coloquei no texto que lutador mascarado, qualquer um pode dizer que foi ou é.
      Quanto ao cidadão que você cita especificamente, eu desconheço, mas caso algum lutador puder complementar essa informação, seria interessante.
      Obrigado pelo seu comentário.

  10. Caros amigos,

    Meu nome eh Jacauna de Sales, tenho 60 anos, sou filho de Luizao Monobloco (hoje falecido) que por diversas vezes lutou como Fantomas, tanto que lutou com El Toro, portanto eh veridico.

    Por diversas vezes acompanhei-o nas viagens pelo inteirior de sao paulo para lutar em ginasios, escolas, circos e outras arenas. Tanto como Fantomas ou como Luizao Monobloco (final da decada de 60 ate meados da decada de 70). Ele sempre respeitou sua profissao, tornando-se amigo de muitos lutadores e em especial de Michel Serdan, que estava iniciando na profissao e treinando juntos praticamente todos os dias.

    Um forte abraco a todos.
    Jacauna

    • Marcos Martins disse:

      Muito prazer, Jacauna. É sempre um prazer ter contato com lutadores ou parentes de lutadores dessa época. Se estamos falando do mesmo Luizão, creio que temos uma foto do meu pai (Stiner) com ele http://telecatchbrazil.com/v4/wp-content/uploads/2012/08/santos4.jpg .
      Abraço

    • Claudio de Almeida Mattos disse:

      Olá. Sou sobrinho do Luizão Monobloco e sempre soube que ele atuava como Fantomas. Várias vezes lutando como Luizão ele oferecia a luta aos sobrinhos Miria (já falecida), José, Érico (também falecido) e Claudio, eu. Boas lembranças minhas hoje com cinquenta e um anos.
      Abraço

  11. tenho a copia dessa foto tambem, pois frequentei a acdemia onde eles estão. rua maria marcolina.

    • Marcos Martins disse:

      Legal. Então estamos falando do mesmo Luizão. Muito prazer em conhecê-lo e seja bem vindo a esse modesto trabalho que fazemos na tentativa de ajudar a manter viva na memória dos fãs os áureos tempos da Luta Livre e levar um pouco de informação sobre a Luta Livre atual.

    • Marisa Almeida disse:

      Boa tarde Jacauna, meu pai também fez parte desta luta dos gigantes do ringue, ele era o Nelo, eu também ia muito assistir os treinos deles na rua maria marcolina. Nesse tempo eu tinha uns 6 anos acredito eu, hoje estou com 50.
      Gostaria muito de saber mais sobre esse tempo, como você menciona que tem a foto deles, gostaria muito de ver, mesmo que meu pai não esteja nela.
      Um abraço.

  12. Claudia disse:

    Olá,meu nome é Claudia e minha mãe me contava muitas coisas sobre esta época,inclusive que ela sempre ia assistir as lutas na academia do Michael Serdan onde ele tinha um sócio chamado Sebastião do Carmo que fazia o Fantomas na luta.Ela me contou tbm que se encantou com ele na época e então
    engravidou dele,e no caso seria eu a filha dele.Gostaria muito que alguém me dissesse algo sobre ele,eu acredito que não esteja mais vivo pois estaria com 84 anos.Peço por favor que me ajudem pois eu não o conheci,minha mãe era muito nova e minha avó a mandou para o interior e nunca mais ela teve contato com ele.Gostaria de saber algo sobre ele sobre a familia dele pq ele tinha uma filha e um filho,portanto são meus irmãos e tenho muita vontade de conhece-los,de saber do meu passado e do meu pai que eu nunca conheci,mais sei que por várias vezes foi me procurar só que minha avó impediu.Espero que me ajudem.
    meu email cacau012.jp@hotmail.com

  13. Mário Tavares disse:

    Lembro-me com saudades de que no início dos anos 1960, todos os sábados à noite, a Tv Record exibia Os Reis do Ringue. Um dos lutadores mais admirados era Fantomas. Nenhum adversário conseguia arrancar a sua máscara nem derrubá-lo no tablado. Quando vencia um adversário que utilizava meios ilícitos, a platéia ia ao delírio. Por tudo isso, se tornou um mito!

    • jota gomes disse:

      paraberns por toda postagem aqui sobre este grande lutador, anos 60 tv record sp, fantomas meu idolo na epoca

  14. jose gomes s sobrinho disse:

    LEMBRO BEM DA LUTA LIVRE, ANOS 60, TV EXCELSIOR CANAL 9 DE SAO PAULO, FANTOMAS MEU IDOLO , TINHA TAMBEM O JAPONES, RICKDOZAN, O PORTUGUES REI DA CABEÇADA, ZÉ LUIZ. E FOI AQUI QUE TUDO COMEÇOU, NAS NOITES DE SABADO EU NÃO PERDIA UMA LUTA.

  15. FABIANO DE MATTOS disse:

    O MEU PAI LUIZ DE MATTOS INTERPRETOU POR VARIAS VEZES O FANTOMAS A GENTE MORA EM SOROCABA E ELE ME CONTA LINDAS HISTORIAS DA EPOCA!!!

  16. Sou fã de LL desde criança e,conheci muitos lutadores como o |Gran Caruso e o Montanha,Cangaceiro,Charles o britador (esse era um dos meus ídolos de criança),Pantera,Wolppe,Espanholito,Corisco,Nino Mércure….mas, para mim, o maior era o Fantomas (El Toro). Treinei com o Django a fera do ringue/La Mumia.Um forte abraço. (Pode me passar seu e-mail?)

  17. fábio gomes disse:

    Agente quando procura por curiosidades a história dos lutadores dessa época na net fica um pouco vago , mas essa matéria faz a mente da gente viajar pra aquele tempo . É bom que tenha mais matérias assim !.
    Pra vocês do TB , que conhece esse mundo por dentro , há alguma diferença no modo como era feito ( no sentido dessa matéria ) o catch , pra o que é hoje ? .

  18. jULIMAR lOPES disse:

    Eu tenho 54 anos, assisti muita luta livre e telecatch na minha infancia. Anos depois tive um amigo, que alias foi meu sogro por 12 anos, que havia sido lutador. Ele faleceu a alguns anos. Me mostrou varias vezes os recortes de jornais de suas lutas. Seu nome artistico era REI DA CABEÇADA ou LUTADOR PORTUGUES. Seu nome real era MANUEL ESTEVES. Alguem por aqui tem qualquer material que o mencione ? Eu gostaria muito de honrar a memoria dele conseguindo algum material.
    Ele me mostrou fotos em que lutou com CIGANO, TIGRE PARAGUAIO, TORO.
    Qualquer menção sobre ele me interessaria muito.
    Obrigado a todos e PARABENS POR ESTE SITE !!!!!!!!!

    • jose gomes da silva sobrinho disse:

      ola julimar, boa tarde
      sou desta epoca e o portugues que a imnprensa nada noticia, era o rei da cabeçada ” ZÉ LUIZ” e tinha tambem o japones do karate, riquidozam, gran caruso, brutus, marinheiro, o inquieto gatica, o sujo scomparim e o maior de todos lutadores, fantomas, ja falecido sendo que o primeiro, foi o argentino ali bunani. e da muitas saudades.o progama chamase reis do ringue e erra apresentado aos sabados a noite na extinta tv excelsior de sao paulo. espero ter levado a voce algo de luta livre.

      • Cristiani Esteves disse:

        Ola Sr José Gomes

        O sr. fala em seu comentário que o Rei da Cabeçada , era o ” Zé Luiz”… mas essa informação não procede.
        O Rei da Cabeçada era o Português Esteves , sou filha dele e tenho farto material.
        Só esclarecendo…
        cristianiesteves@gmail.com
        Um abraço

  19. Cigano Stiner disse:

    Julimar
    Quem poderia lhe ajudar em alguma coisa é Michel Serdan, pois creio que o Sr. Manuel fazia parte da equipe dele , procura na internet GDR ou no face Michel Serdan.

  20. Germano disse:

    Fantomas é dono da padaria n 1 em sao miguel paulista

    • Marcos Martins disse:

      Muitos lutadores tiveram a responsabilidade de interpretar o Justiceiro Mascarado, Germano, e infelizmente também muita gente que sequer um dia subiu num ringue, aproveitou o embalo para dizer que foi o Fantomas. Como eu coloquei no texto que lutador mascarado, qualquer um pode dizer que foi ou é.
      Quanto ao cidadão que você cita especificamente, eu desconheço, mas caso algum lutador puder complementar essa informação, seria interessante.
      Obrigado pelo seu comentário.

  21. Sandro Godoy disse:

    Bom dia caros amigos
    Trabalho com um senhor chamado Jose Godoy que fazia o Cavaleiro Negro no gigantes do ring.
    Cidade Amparo SP
    Gostaria muito de fazer uma surpresa a este senhor que a tantos alegrou com suas atuaçoes no GIGANTES DO RING decada de 70/80
    alguem sabe onde encontro na net algum video onde ele aparecça lutando no ring
    desde ja agradeço

    • Marcos Martins disse:

      Olá, Sandro. Quem pode ter alguma coisa é o próprio Michel Serdan. Entra em contato com ele. Tem perfil no Facebook, é só procurar por Michel Serdan que você encontra.
      Boa sorte.

  22. CARLOS ALBERTO MESTRE disse:

    TIVE INFORMAÇÕES DE QUE UM QUE INTERPRETOU O FANTOMAS NOS RINGUES FOI O SR. JORGE ZELENIAKAS, É VERDADE? ELE ERA CRIADOR DE PÁSSAROS E FALECEU EM 2014, ERA MORADOR DA MOÓCA E, SÃO PAULO, PROCEDE A INFORMAÇÃO?

  23. Claudia disse:

    Se alguém souber algo sobre o lutador pantera, na época da academia na Maria marcolino . seu nome era Sebastião do Carmo, por favor entre em contato comigo.
    Meu email cacau012.jp@hotmail.com

  24. Roberto disse:

    Bom dia o época boa que não volta mais,,,,,, teria que voltar de novo parabéns aos lutadores,,

  25. rodnei silva disse:

    onde encontro o vídeo do fantomas contra cantinflas e moicano , a melhor luta

  26. pereira zórbha disse:

    EU TENHO ALGUMAS FOTOS DO PANTERA NOS TEMPOS DE LUTA LIVRE É SOGRO. ele também era oficial da PM-SP. MEU EMAIL pereira.zorbha@gmail.com

  27. ANTONIO C. GELIOLLI disse:

    TIVE O PRAZER E A HONRA DE SER AMIGO DE JORGE ZELENIAKAS, UM GRANDE ADVOGADO E UM ÓTIMO FISIOTERAPEUTA, MAS ELE NÃO ERA O FANTOMAS, POIS O FANTOMAS ERA MUITO GORDO, JORJÃO COMO ERA CHAMADO, ERA FORTE, MUSCULOSO E NÃO ERA BARRIGUDO, ELE MESMO ME DISSE QUE LUTAVA COM O NOME DE “GRAN SULLIVAN” .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *